ProgramaSemente

23 09, 2019

Habilidades socioemocionais ajudam a lidar com a insegurança

2019-09-23T10:25:29+00:00 Semente na Escola|

É importante que as pessoas entendam que esse sentimento é natural; reconhecer e aceitar as próprias fraquezas faz parte do processo de amadurecimento Quando falamos em insegurança, devemos pensar em algumas emoções que se misturam. Uma das principais é o medo. “Uma pessoa insegura, em geral, é uma pessoa que tem medo”, afirma Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. “E, para enfrentar o medo, é preciso coragem, esse é o antídoto.” Ele ressalta que isso não significa que uma pessoa corajosa não tenha medo. “Ela não age sem medo; ela age apesar do medo”, diz. Ele aponta que o excesso de coragem e de segurança pode ser negativo, pois pode levar a atitudes impensadas e inconsequentes. Do mesmo modo, o medo excessivo também pode ser perigoso. É o que acontece quando uma pessoa se retrai completamente [...]

16 09, 2019

Habilidades socioemocionais ajudam professores a lidar com temas como depressão e suicídio

2019-09-16T15:27:56+00:00 Semente na Escola|

Estar atento aos alunos possibilita que educadores percebam alterações relevantes de comportamento No ambiente escolar, a atuação dos professores envolve, fundamentalmente, aspectos relacionais. Há tempos, as aulas deixaram de ser encaradas apenas como um momento de transmissão de conteúdos, em que os protagonistas eram o professor e a lousa, e o alunos constituíam uma “plateia” que assistia tudo e anotava, fazendo apenas perguntas sobre a “matéria”. “Para desenvolver habilidades que vão além do domínio dos conteúdos conceituais, tais como problematização dos assuntos, trabalho em equipe e capacidade de exposição oral, entre outras tantas, a interação entre professores e alunos precisa ser mais constante e fazer parte da própria relação ensino-aprendizagem”, diz Tania Fontolan, diretora do Programa Semente. “Para que essa interação exista e flua é necessário que os educadores tenham habilidades sociais, em especial a empatia.” Para Tania, estar atento [...]

12 09, 2019

Como controlar a ansiedade a menos de 2 meses do Enem

2019-09-12T09:44:05+00:00 Semente na Escola|

A orientação é gastar a energia com o que está sob nosso controle – o estudo e a preparação para as provas – e não sofrer por suposições A proximidade do Enem e dos vestibulares costuma causar muita ansiedade nos estudantes. Para tentar controlar essa emoção, é importante entender o que é ansiedade e como ela age. “A ansiedade é uma emoção da família do medo, sentimento que está ligado a uma percepção de perigo”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. “É uma antecipação de um risco, que vem acompanhada da sensação de que não seremos capazes de enfrentar esse desafio.” Esse tipo de sentimento pode ter um aspecto positivo, caso ele se transforme em determinação para vencer esse suposto obstáculo. Mas ele também pode ser perigoso, ao deixar a pessoa paralisada, sem saber o [...]

9 09, 2019

Precisamos evitar ser vítimas de nossas próprias emoções

2019-09-09T10:43:36+00:00 Semente na Escola|

Isso significa entender que emoções desagradáveis são naturais e que devemos evitar tomar decisões importantes em momentos de intensidade sentimental O termo vitimismo, muitas vezes, é empregado de maneira pejorativa e contribui para que vítimas de violação, agressões e ameaças sejam consideradas culpadas pela violência que sofreram. É sempre importante enfatizar que vítima nunca tem culpa. Agressores que têm. Mas o termo também pode estar relacionado ao uso que podemos fazer de emoções desagradáveis, como raiva e tristeza, para não cumprir algo que precisamos realizar. “Essas emoções desagradáveis são uma âncora para perseverança, resiliência, persistência e determinação e levam, justamente, para esse movimento de desistência”, explica Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente. Segundo ele, quando uma pessoa não quer fazer uma determinada coisa, é comum ela procurar uma justificativa, dizendo para ela mesma que chegou ao [...]

5 09, 2019

Falta de educação, indisciplina e violência: entenda a diferença entre os termos

2019-09-05T14:33:07+00:00 Semente na Escola|

Indisciplina é o desrespeito a uma regra e, no ambiente escolar, a expressão é mais adequada do que falta de educação; violência é questão grave e pode envolver punição pelo Código Penal Violência, indisciplina e falta de educação são termos que, muitas vezes, usamos como sinônimos. No entanto, eles não devem ser confundidos. Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente, explica as diferenças entre eles. A falta de educação seria um termo mais amplo, que parte de um julgamento moral – o que ser educado depende de julgamentos valorativos e pode variar de ambiente para ambiente. No universo escolar, segundo Calbucci, é preciso tomar cuidado quando se fala de falta de educação. Isso porque a educação, em geral, é entendida como um processo amplo, que não se restringe ao comportamento, mas diz respeito também à aquisição de [...]

2 09, 2019

Esforço deve ser mais valorizado do que resultado

2019-09-02T17:29:23+00:00 Semente na Escola|

Elogiar perseverança é muito mais produtivo do que enfatizar o resultado, explica especialista Na escola ou em qualquer atividade que envolve avaliação de desempenho, é comum que pais e professores, ao fazerem um elogio às crianças ou aos adolescentes, destaquem o resultado obtido. Segundo Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente, o melhor seria valorizar mais o esforço. “O resultado não está sob nosso controle, o esforço está. Então, mudar o foco é importante”. Ele explica que elogiar perseverança, determinação e persistência é muito mais produtivo do que enfatizar o resultado – o que sempre depende apenas do esforço da pessoa. Por exemplo, se um adolescente presta vestibular num determinado ano e não passa, no ano seguinte, ele pode ser esforçar mais, obter uma nota mais alta e, ainda assim, não ser aprovado novamente. “Se ele melhorou [...]

29 08, 2019

Aceitar a própria vulnerabilidade é demonstração de amadurecimento

2019-08-29T09:35:43+00:00 Semente na Escola|

Entender a fragilidade como algo natural faz parte do processo de autoconhecimento A palavra vulnerabilidade, normalmente, possui um sentido negativo e designa a característica de alguém que está numa situação de opressão e sofrimento. No entanto, ao ampliar um pouco o significado desse termo, pode-se entender vulnerabilidade como qualquer tipo de fragilidade – e, aí, ela pode adquirir uma conotação positiva. “Assumir nossas próprias limitações e fraquezas é um pré-requisito importante para o crescimento pessoal e profissional. É uma forma de negar a síndrome do super-herói”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. Ele explica que, em geral, as pessoas acreditam que aqueles que conseguiram o sucesso não são frágeis. “Mas é exatamente o oposto disso. Essas pessoas, na verdade, conseguem agir, apesar dos momentos de dúvidas e de incerteza. É um equívoco pensar que vulnerabilidade, [...]

26 08, 2019

Aprendizagem socioemocional abre espaço para a discussão de questões relevantes da adolescência

2019-08-26T10:04:30+00:00 Semente na Escola|

Professora conta como o Programa Semente tem auxiliado os estudantes do Ensino Fundamental II e Médio do Colégio Mater Amabilis, em Guarulhos, SP Desde 2018, o Colégio Mater Amabilis, um dos mais tradicionais de Guarulhos (SP), adota o Programa Semente de aprendizagem socioemocional. O trabalho começou com os alunos do Ensino Fundamental II e, neste ano, incluiu também os estudantes do Ensino Médio. “Sentimos a necessidade de oferecer esse apoio nesse momento tão importante da vida deles, em que estão deixando de ser crianças para se tornarem adolescentes”, diz Fernanda de Morais Silva, professora do colégio e responsável por aplicar o programa. “Nessa fase de transição, é essencial que eles tenham ferramentas para se conhecer melhor, conseguir regular as emoções e, assim, tomar as melhores decisões”. As aulas abordam cinco grandes temas da aprendizagem socioemocional – autoconhecimento, autocontrole, empatia, decisões [...]

22 08, 2019

Violência na escola é retrato de uma sociedade agressiva

2019-08-22T10:19:09+00:00 Semente na Escola|

Aprendizagem socioemocional pode ajudar a combater o problema, ao estimular a empatia, o autoconhecimento e a resolução de conflitos de maneira pacífica A violência no ambiente escolar se manifesta de diversas formas e, dificilmente, de maneira isolada. Ela pode ocorrer entre alunos, entre alunos e professores e até entre professores. Em escolas privadas, o problema costuma ser menor. Já em escolas públicas, é uma questão mais frequente. Muitas vezes, ela está relacionada à dificuldade de criar um ambiente onde as discordâncias sejam resolvidas de forma pacífica. “É importante considerar que a escola não está à margem do restante da sociedade. Se a sociedade como um todo é violenta, de alguma forma, a escola vai reproduzir isso. Situar a violência nesse contexto mais amplo permite entender melhor a questão”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. Segundo [...]

19 08, 2019

Como a aprendizagem socioemocional pode ajudar no autocontrole?

2019-08-19T17:01:22+00:00 Semente na Escola|

Entender as próprias emoções e saber regulá-las nos capacita a lidar melhor com as dificuldades Controlar impulsos, como a raiva, é um grande desafio. Mas é algo também que pode ser aprendido. “Verificar se uma emoção está adequada ou não à situação que estamos vivendo é uma decorrência do autoconhecimento”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. Segundo ele, se uma pessoa não reconhece determinada emoção, ela não sabe se o que está sentido é apropriado para a situação. Isso significa conhecer os sintomas físicos e identificar os gatilhos do que nos provoca medo, raiva ou tristeza, por exemplo. “Toda vez que fazemos isso, estamos dando um passo na direção do autocontrole. O autoconhecimento é um pressuposto da autorregulação emocional”, explica. Outro aspecto importante do autocontrole, de acordo com ele, é avaliar se a emoção que [...]