Aprendizagem Socioemocional

28 07, 2021

Aprendizagem socioemocional vira legado em sala de aula no pós-pandemia

2021-07-28T12:24:33+00:00 Semente na Escola|

Na volta às aulas, escolas devem acolher os alunos e abrir espaço para que expressem seus sentimentos, trabalhando a empatia, o respeito e a confiança Conhecer e regular as próprias emoções é importante em qualquer época da vida. Mas, durante a pandemia, essas competências socioemocionais se tornaram ainda mais relevantes. Nesse período, emoções desagradáveis, como a tristeza, a raiva e, principalmente, o medo ­– e os estados emocionais que dele derivam, como a preocupação, a ansiedade e até mesmo o pânico – se manifestaram com muita intensidade, e lidar com esses sentimentos foi um grande desafio. “Durante o ano de 2020, nós tivemos vários depoimentos de pais e mães de alunos do Programa Semente, que relataram como essas aulas foram importantes, pois as crianças e os adolescentes precisavam de um espaço para falar sobre o que estavam sentindo”, afirma Eduardo [...]

22 07, 2021

Exposição excessiva às telas pode comprometer o desenvolvimento das crianças

2021-07-22T17:57:22+00:00 Semente na Escola|

O uso prolongado de dispositivos digitais, além de afetar o sono e favorecer o sedentarismo, pode prejudicar as relações interpessoais e as habilidades sociais  A exposição excessiva às telas tem se transformado em um hábito cada vez mais presente na vida das pessoas. As crianças e os adolescentes de hoje nasceram e cresceram em um mundo digital e sequer conseguem imaginar como era a vida sem internet, celular, tablets e computadores. Além disso, o ensino remoto, devido à pandemia, intensificou ainda mais o uso desses dispositivos digitais. “Mas, apesar de oferecerem acesso à educação, à informação e ao entretenimento, a exposição prolongada às telas apresenta riscos diversos para a saúde e para o desenvolvimento sociocognitivo”, alerta Ana Carolina D’Agostini, gerente editorial do Programa Semente. Pelo fato de o uso das telas envolver quase sempre atividades sedentárias, há risco de maior [...]

15 07, 2021

Síndrome de Burnout em professores: como as escolas podem identificar e lidar com o problema

2021-07-15T10:13:54+00:00 Semente na Escola|

Situações ou circunstâncias em que estresse e sobrecarga de trabalho são frequentes aumentam o risco de desenvolver a Síndrome de Burnout; aprendizagem socioemocional pode ser aliada na motivação e no engajamento dos educadores O trabalho e o estresse excessivos podem se transformar em algo preocupante: a Síndrome de Burnout. Ela consiste no esgotamento profissional e manifesta-se quando há diminuição da empatia, flutuação do humor e isolamento, entre outras características, por períodos prolongados. Além de afetar negativamente a performance no trabalho, o distúrbio também atinge os relacionamentos pessoais e sociais. Segundo Celso Lopes de Souza, médico psiquiatra, professor e fundador do Programa Semente, quando a escola percebe que isso está acontecendo com os professores, não por um dia ou uma semana, mas por um tempo prolongado, é motivo para acender um sinal de alerta. “A Síndrome de Burnout está associada a [...]

7 07, 2021

Férias de julho: sugestões de atividades longe das telas e que valorizam habilidades socioemocionais

2021-07-07T14:46:11+00:00 Semente na Escola|

Período é bom momento para estreitar os laços familiares, desenvolver a curiosidade, a criatividade e a organização e ainda ressignificar os espaços domésticos As férias de julho exigem dos pais e responsáveis uma maior atenção com os filhos que não estarão mais ocupados com as atividades escolares -- híbridas ou remotas -- nesse período. Nesse contexto, o que as famílias podem propor às crianças para reduzir a exposição às telas, fortalecer os vínculos familiares e, ao mesmo tempo, potencializar habilidades socioemocionais, como curiosidade e criatividade? Ronaldo Carrilho, professor e um dos autores do Programa Semente, diz que há uma série de fatores que acabam influenciando nessa decisão: a condição econômica da família, o local onde mora, se os pais vivem juntos ou separados, quantos filhos têm e a faixa etária deles. “Tudo isso vai promover ações distintas, pois não há [...]

12 12, 2019

Festas de fim de ano são momentos para reforçar a união familiar e o bem-estar emocional

2019-12-12T13:07:42+00:00 Semente na Escola|

Ano Novo também representa o fechamento de um ciclo, a renovação de esperanças e a oportunidade para refletir sobre o que podemos fazer para alcançar o que queremos As festas de fim de ano, mais do que comemorações para trocar presentes e compartilhar almoços e ceias, representam momentos para reforçar a união familiar e a saúde emocional. “Essas datas acabam estimulando a convivência mais próxima com pessoas de quem gostamos e com as quais, às vezes, não temos a oportunidade de ter mais contato ao longo do ano. Isso, claro, tem um aspecto bastante positivo”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. Ele conta que pesquisas mostram que aquilo que mais ajuda a prever satisfação e felicidade é a qualidade das relações que nós somos capazes de estabelecer ao longo da vida, como as amizades que [...]

9 12, 2019

Não há problema se as crianças acreditam em Papai Noel

2019-12-09T11:11:11+00:00 Semente na Escola|

Até os 6 ou 7 anos, em que elas têm maior proximidade com o universo da fantasia, esses personagens fazem sentido; consumismo, porém, não deveria ser incentivado Com a proximidade do Natal, a figura do Papai Noel ganha destaque e costuma exercer um grande fascínio nas crianças. Alguns pais, no entanto, se perguntam até que ponto é saudável deixar os filhos acreditarem em personagens como esse. Para Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente, a princípio, não existe nada de negativo em a criança achar que Papai Noel existe, principalmente quando se trata de crianças pequenas, até os 6 e, às vezes, 7 anos de idade. Isso porque, nessa fase, elas têm uma proximidade muito grande com o mundo da fantasia, e figuras como o Papai Noel ou o Coelhinho da Páscoa fazem todo sentido nesse universo [...]

24 10, 2019

Escola é ambiente adequado para falar de temas polêmicos com as crianças

2019-10-24T12:23:30+00:00 Semente na Escola|

Além das dúvidas serem comuns aos alunos de uma mesma faixa etária, os assuntos são conduzidos por profissionais de acordo com as necessidades dos estudantes Conversar com as crianças sobre assuntos considerados tabus, como sexualidade, depressão, suicídio, luto, abuso ou violência, é importante, mas muitos pais têm dúvidas sobre como abordar essas questões e sobre a escola ser o lugar certo para isso. Para Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente, a pior coisa que podemos fazer é nos omitir sobre esses temas. “Se não falamos na escola, que é um ambiente controlado, a criança vai tomar contato com esses temas em outros lugares sobre os quais não temos nenhum domínio, e isso é bastante perigoso.” O professor explica que conversar sobre essas questões no ambiente escolar tem algumas vantagens. Uma delas é que as crianças são [...]

5 09, 2019

Falta de educação, indisciplina e violência: entenda a diferença entre os termos

2019-09-05T14:33:07+00:00 Semente na Escola|

Indisciplina é o desrespeito a uma regra e, no ambiente escolar, a expressão é mais adequada do que falta de educação; violência é questão grave e pode envolver punição pelo Código Penal Violência, indisciplina e falta de educação são termos que, muitas vezes, usamos como sinônimos. No entanto, eles não devem ser confundidos. Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente, explica as diferenças entre eles. A falta de educação seria um termo mais amplo, que parte de um julgamento moral – o que ser educado depende de julgamentos valorativos e pode variar de ambiente para ambiente. No universo escolar, segundo Calbucci, é preciso tomar cuidado quando se fala de falta de educação. Isso porque a educação, em geral, é entendida como um processo amplo, que não se restringe ao comportamento, mas diz respeito também à aquisição de [...]

19 08, 2019

Como a aprendizagem socioemocional pode ajudar no autocontrole?

2019-08-19T17:01:22+00:00 Semente na Escola|

Entender as próprias emoções e saber regulá-las nos capacita a lidar melhor com as dificuldades Controlar impulsos, como a raiva, é um grande desafio. Mas é algo também que pode ser aprendido. “Verificar se uma emoção está adequada ou não à situação que estamos vivendo é uma decorrência do autoconhecimento”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. Segundo ele, se uma pessoa não reconhece determinada emoção, ela não sabe se o que está sentido é apropriado para a situação. Isso significa conhecer os sintomas físicos e identificar os gatilhos do que nos provoca medo, raiva ou tristeza, por exemplo. “Toda vez que fazemos isso, estamos dando um passo na direção do autocontrole. O autoconhecimento é um pressuposto da autorregulação emocional”, explica. Outro aspecto importante do autocontrole, de acordo com ele, é avaliar se a emoção que [...]

20 05, 2019

Pedagogo é fundamental para formar cidadãos preparados para o século XXI

2019-05-20T15:24:16+00:00 Semente na Escola|

Profissional deve estar sintonizado com os desafios de cada tempo e de cada cultura para poder impactar significativamente a vida de crianças e jovens O pedagogo, desde a Grécia antiga, é responsável pela formação de crianças e jovens. Ele fornece as ferramentas para a nova geração desvendar o mundo e atuar na sociedade de maneira autônoma e responsável. Se o mundo muda rapidamente, e as redes sociais trazem desafios inéditos a cada mês, ele também precisa transformar suas estratégias de desenvolvimento. Em 2010, a Unesco publicou um relatório apontando a necessidade de a formação escolar ser orientada para o “aprender a aprender”. Ficou mais evidente, desde então, que o ensino de conceitos era apenas uma pequena parte da formação necessária nos novos tempos e que, por isso, os profissionais da pedagogia teriam papel ainda mais fundamental na elaboração de projetos [...]