Semente na Escola

18 11, 2019

Conheça 3 obras que podem estimular a reflexão socioemocional dos educadores

2019-11-18T11:39:56+00:00 Semente na Escola|

Livros como “Garra”, “Mindset” e “O Foco Triplo” oferecem bom arcabouço teórico e servem como ponto de partida para uma melhor compreensão do tema Para os professores que querem se aprofundar na temática da aprendizagem socioemocional, Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente, sugere a leitura de algumas obras. Como há várias publicações no mercado sobre esse assunto, ele recomenda livros escritos por pesquisadores de universidades reconhecidas ou que tenham como base estudos dessas grandes universidades. “Livros que, embora tenham se tornado best sellers, são obras sérias e baseadas em pesquisas sólidas”. Uma das indicações do professor é o livro Garra - O poder da paixão e da perseverança, de Angela Duckworth, que fala, basicamente, da importância do esforço e da persistência para cumprir metas. Calbucci explica que ele ajuda a desfazer um pouco o mito de [...]

14 11, 2019

Como medir a satisfação dos pais com a escola?

2019-11-14T16:02:47+00:00 Semente na Escola|

Gestores devem abrir espaço para um diálogo aberto e franco nas reuniões escolares, realizar pesquisas e estar atentos à percepção das famílias em relação ao colégio Toda escola tem um projeto pedagógico que exprime as diretrizes de seu trabalho e a formação que pretende assegurar aos seus alunos ao longo do percurso na Educação Básica. “Nesse processo, ter as famílias como aliadas e testemunhas de que a formação prometida está sendo alcançada é uma das grandes recompensas que os educadores podem ter”, diz Tania Fontolan, professora e diretora-geral do Programa Semente. De acordo com ela, a boa percepção do trabalho da escola por parte das famílias faz com que elas reforcem e apoiem as propostas do colégio junto aos seus filhos. “E também os torna menos suscetíveis a mal entendidos em relação à prática escolar porque confiam no trabalho que [...]

11 11, 2019

Não fui bem no Enem, e agora?

2019-11-11T11:51:41+00:00 Semente na Escola|

Sem os resultados oficiais, imaginar o desempenho no exame pode ser precipitado; estudante deve considerar a experiência como aprendizado e focar nas próximas provas Passada a maratona de provas do Enem, é comum alguns estudantes desanimarem por pensar que não foram tão bem no exame quanto tinham planejado. Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente, alerta que isso pode ser uma precipitação e atrapalhar o desempenho nas provas seguintes. “Não é tão fácil assim o aluno descobrir se foi bem ou não no Enem. Afinal, os resultados só serão divulgados em janeiro. E, como o estudante não tem como saber o desempenho de seus concorrentes, é uma suposição imaginar se foi bem ou mal, sobretudo num exame corrigido por TRI (Teoria de Resposta ao Item), em que não necessariamente quem fez mais pontos vai ter a melhor [...]

7 11, 2019

Como trabalhar a expressão das emoções com alunos do Ensino Médio?

2019-11-07T12:19:04+00:00 Semente na Escola|

É preciso conversar sobre essas questões, entender que os sentimentos são naturais e que podemos aprender algo com eles A adolescência é uma época de profundas transformações, em que é comum as pessoas terem mais dificuldade do que em outros momentos da vida em lidar com as emoções. “Os estudantes que cursam o Ensino Médio, em geral na faixa etária dos 15 aos 17 anos, não conseguem, muitas vezes, exprimir as próprias emoções da maneira como gostariam ou têm vergonha de expressar esses sentimentos”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente. Ele explica que os programas de aprendizagem socioemocional ensinam que as emoções, independentemente de serem agradáveis ou desagradáveis, são naturais. “Se, ao longo de séculos e séculos de evolução, as pessoas continuam sentindo medo, raiva, culpa, vergonha, tristeza, alegria, é porque essas emoções têm alguma [...]

4 11, 2019

Pais devem participar da vida escolar dos filhos

2019-11-04T17:05:32+00:00 Semente na Escola|

Ir a reuniões, conhecer os professores e ter informações sobre o aluno é uma forma de mostrar às crianças e aos adolescentes a importância que a escola tem para a família A parceria entre família e escola contribui para o processo de aprendizagem dos estudantes, o estabelecimento de boas relações e a resolução de eventuais conflitos. É importante que os pais estejam em sintonia com o projeto pedagógico da escola, pois ele reflete a visão de educação do colégio e orienta a ação dos professores. Tania Fontolan, professora e diretora-geral do Programa Semente, explica que, de modo geral, a família educa o filho no espaço privado, no núcleo familiar ampliado e em meio a outras famílias com as quais têm afinidade. Por essa razão, as regras e valores transmitidos nesses ambientes tendem a ser mais afetivos e homogêneos. Já a [...]

31 10, 2019

Honestidade nas redes sociais: até que ponto fingimos ser o que não somos?

2019-10-31T12:54:24+00:00 Semente na Escola|

A combinação da desinibição, própria dos ambientes virtuais, e do desejo de ter uma imagem positiva pode nos levar a comportamentos que não teríamos no mundo real Nas redes sociais, muitas vezes, acontece um fenômeno interessante chamado de cyberdesinibição. Ele diz respeito a uma certa coragem que adquirimos para postar algo que, normalmente, não ousaríamos verbalizar fora do ambiente virtual. Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente, explica que isso acontece porque, nas interações virtuais, na maior parte das vezes, nós não estamos monitorando as reações do nosso interlocutor. “Quando falamos ao telefone, a voz do outro vai nos dando informações a todo momento. Numa conserva presencial, nós temos as expressões faciais e corporais, que também acabam produzindo significados. Mas, nas redes sociais e nos aplicativos de troca de mensagens do celular, isso não ocorre”. Segundo o [...]

28 10, 2019

Novas gerações têm o desafio de lidar com a incerteza

2019-10-28T13:18:37+00:00 Semente na Escola|

Transformações que ocorrem no mundo hoje intensificam a sensação de insegurança e a ansiedade em relação ao futuro As mudanças de geração – entendida como o conjunto das pessoas que nasceram numa mesma época e são, portanto, contemporâneas – têm acontecido, cada vez mais, em intervalos menores. “No passado, quando falávamos em gerações, nós nos referíamos a pessoas que tinham uma diferença de idade de 20, 25, às vezes, até 30 anos. Hoje em dia, percebemos essas mudanças em espaços de tempo mais curtos. Às vezes, em um intervalo de dez anos, a gente já trabalha com o conceito de gerações diferentes”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. Para ele, uma das causas desse fenômeno está associada ao aumento da velocidade na circulação das informações, o que leva o mundo a passar por mudanças de [...]

24 10, 2019

Escola é ambiente adequado para falar de temas polêmicos com as crianças

2019-10-24T12:23:30+00:00 Semente na Escola|

Além das dúvidas serem comuns aos alunos de uma mesma faixa etária, os assuntos são conduzidos por profissionais de acordo com as necessidades dos estudantes Conversar com as crianças sobre assuntos considerados tabus, como sexualidade, depressão, suicídio, luto, abuso ou violência, é importante, mas muitos pais têm dúvidas sobre como abordar essas questões e sobre a escola ser o lugar certo para isso. Para Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente, a pior coisa que podemos fazer é nos omitir sobre esses temas. “Se não falamos na escola, que é um ambiente controlado, a criança vai tomar contato com esses temas em outros lugares sobre os quais não temos nenhum domínio, e isso é bastante perigoso.” O professor explica que conversar sobre essas questões no ambiente escolar tem algumas vantagens. Uma delas é que as crianças são [...]

21 10, 2019

O que as habilidades socioemocionais têm a ver com o meio ambiente?

2019-10-21T11:01:38+00:00 Semente na Escola|

Aprender a tomar decisões responsáveis inclui considerar os impactos das nossas escolhas para a natureza e para a coletividade Dois dos principais domínios da aprendizagem socioemocional são o autoconhecimento e o autocontrole, o que implica conhecer as próprias emoções e saber regulá-las. Mas as habilidades socioemocionais compreendem também saber identificar as emoções dos outros, entendendo quais são as necessidades das outras pessoas. É aí que entra a empatia. “Mas isso não basta, pois é preciso, ainda, equilibrar as duas coisas. Porque nem sempre o que é bom para a gente é bom para o outro, e nem sempre o que é bom para o outro é bom para a gente”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente. Ele acrescenta, ainda, um terceiro componente nessa questão: a preocupação com a sociedade, com o meio ambiente e com [...]

17 10, 2019

Professores devem estar preparados para enfrentar as dificuldades e os desafios do século XXI

2019-10-17T11:12:58+00:00 Semente na Escola|

Educadores precisam buscar atualização tecnológicas e didático-pedagógica; habilidades socioemocionais ajudam a lidar com as mudanças São muitos os desafios dos educadores do século XXI. Entender e acompanhar a revolução tecnológica, renovar a prática didático-pedagógica, desenvolver competências socioemocionais, incorporar as inovações, tudo isso tem feito parte do cotidiano dos professores e provocado impacto no dia a dia escolar. Frente a essa situação, os docentes devem buscar meios de se capacitar para poder lidar melhor com essas questões. “Os professores precisam dialogar com seu tempo. Isso implica em ler o contexto e buscar continuamente a preparação e a atualização necessárias para seu ofício, tanto no plano conceitual, quanto no tecnológico e, mais importante, no didático-pedagógico”, diz Tania Fontolan, professora e diretora-geral do Programa Semente. Como exemplo das dificuldades, ela cita a forte e constante mudança geracional e as transformações aceleradas, que se [...]